Postado em 29/05/2024

295 visualizações

Cabo de rede – Conheça os tipos e as diferenças entre eles

cabo-de-rede

Sua conexão costuma cair de repente durante uma videoconferência? Você leva horas para conseguir fazer o upload de arquivos em alta resolução? Se uma dessas situações ou algo parecido costuma te assombrar, atente-se a essa dica: você precisa providenciar um cabo de rede.

Esse tipo de hardware é ideal para colocar fim às frustrações causadas por conexões via Wi-Fi instáveis, principalmente quando já se tentou de tudo: atualizar o roteador, mudar o notebook de lugar e até adquirir um repetidor de sinal. Vamos te explicar o porquê.

O cabo de rede, igualmente conhecido como cabo Ethernet, é construído com materiais que se destacam por serem excelentes condutores de energia elétrica. Desse modo, ele consegue ser muito eficiente na transmissão de dados, garantindo agilidade.

Além disso, em alguns casos, possuem fios de cobre trançados em pares. Essa característica ajuda a reduzir a interferência eletromagnética e os intervalos entre os fios, proporcionando conexões estáveis. Alguns modelos contam até com uma blindagem adicional que os protege de interferências externas.

Sendo assim, o cabo de rede serve para transmitir dados entre dispositivos, como computadores, roteadores, switches, servidores, entre outros equipamentos, de maneira rápida, íntegra e segura.

Em outras palavras, permite conectar um notebook diretamente a um modem ou roteador para se ter acesso à internet ou criar redes locais em residências ou escritórios, viabilizando a comunicação entre computadores, impressoras e servidores, sem os possíveis contratempos da conexão sem fio.

Quais são os tipos de cabos de rede?

Agora que você já sabe que um cabo de rede é o que você precisa para solucionar os seus problemas de conexão, o próximo passo, então, é fazer uma pesquisa na internet para ter noção de preço.

Contudo, o que você não imagina é que existem vários modelos de cabo e não apenas um. Calma: parece que complicou, mas com as nossas informações vai ficar tudo mais claro. Em primeiro lugar, vamos destacar os tipos de cabos de rede mais utilizados. São eles:

  • Cabo coaxial;
  • Cabo de fibra óptica;
  • Cabo de rede par trançado blindado;
  • Cabo de rede par trançado não blindado.

A seguir, vamos conhecer as principais características de cada um e suas respectivas aplicações.

Cabo coaxial

cabo-de-rede-coaxial

O cabo coaxial está entre os primeiros cabos usados em redes locais. Ele é composto por um fio de cobre, responsável por transportar o sinal, envolto por uma camada de material isolante que, por sua vez, é protegida por uma malha metálica trançada que impede interferências eletromagnéticas e de radiofrequência.

Uma grande vantagem desse tipo de cabo é que tem uma boa capacidade de largura de banda. Dessa forma, consegue transmitir uma grande quantidade de dados em até 10 Mbps (megabytes por segundo). Além do mais, é capaz de conduzir os sinais por longas distâncias sem a necessidade de amplificação.  

Por isso, mais do que conectar redes locais de residências ou estabelecimentos comerciais ao sinal de internet, é muito usado também para transmissões de áudio e imagens de televisão. Logo, os seus principais conectores são os do tipo BNC e RCA (áudio e vídeo).

Entretanto, o cabo de rede coaxial não é tão eficiente no caso de redes com muitos computadores. Isso porque quando todas as máquinas são conectadas a um cabo principal (topologia de barramento), a comunicação entre eles é organizada por fila e cada um deve respeitar a sua vez de transmitir os dados.

Quando duas máquinas se comunicam ao mesmo tempo, o que é muito comum em redes com tráfego intenso, ocorre uma colisão. Por consequência, temos um congestionamento que resultará em atrasos no envio de dados. Essa questão, aliada às novas tecnologias, tem levado ao desuso do cabo coaxial.

Cabo de fibra óptica

cabo-de-rede-fibra-optica

Com uma capacidade de banda superior a do coaxial, o cabo de rede de fibra óptica possibilita a transmissão de um grande volume de dados a velocidades extremamente altas e a distâncias muito maiores sem que seja preciso recorrer a repetidores ou amplificadores. 

Isso acontece porque esse tipo de cabo é fabricado com diversos materiais que, juntos, formam uma estrutura altamente eficiente. Em primeiro lugar, tem-se uma parte central que é feita de fibra de vidro ou de plástico revestida com uma camada do mesmo material, porém com um índice de refração um pouco menor.

Em seguida, é possível identificar uma camada de material acrílico flexível que ajuda a amortecer microcurvaturas na fibra, protegendo-a contra danos físicos e perda de desempenho. Já a camada de fibras de aramida ou de vidro adiciona força, reduzindo os riscos de tensões e estiramentos.

Graças a essa construção, o cabo de fibra óptica transmite os dados e sinais por meio de pulsos de luz, tornando-se resistente a interferências eletromagnéticas e de radiofrequência, ou seja, as chances de perda de sinal são extremamente baixas. Portanto, o processo ocorre de maneira muito mais estável e seguro.

Assim sendo, esse tipo de cabo é utilizado em redes de telecomunicações modernas, empresas que necessitam de redes locais (LANs) rápidas e confiáveis, comunicações militares e governamentais para transmissão de dados sensíveis, residências que requerem internet de alta velocidade para atividades como jogos online, streaming de vídeo em 4K/8K e casas inteligentes. 

Cabo de rede par trançado blindado (STP)

cabo-de-rede-par-trancado-blindado

Outro tipo de cabo comumente utilizado em redes locais é o cabo Ethernet de par trançado blindado (STP). Sabe de onde vem esse nome? Da sua estrutura: são quatro pares de fios de cobre entrelaçados revestidos por um material isolante e uma blindagem metálica. 

Indica-se para topologias em que diversos computadores se comunicam ao mesmo tempo, uma vez que a probabilidade de colisões e erros de transmissão é muito menor. Soma-se a isso o fato de que suportam altas taxas de transferências e são muito eficazes contra tentativas de interceptação de dados. 

A partir disso, pode-se dizer que o cabo de par trançado blindado é uma excelente escolha para redes com alta densidade de tráfego e requisitos rigorosos de desempenho e segurança, como escritórios, data centers e ambientes industriais. Ademais, também é compatível com switches e roteadores modernos. 

Cabo de rede par trançado não blindado (UTP)

cabo-de-rede-par-trancado

Por fim, temos o cabo Ethernet de par trançado não blindado (UTP) que é o mais popular em conexões de internet. Assim como o anterior conta com pares de fios de cobre trançados que minimizam as interferências eletromagnéticas. Todavia, não possuem blindagem, o que os torna mais flexíveis e fáceis de instalar e manusear.

É compatível com computadores, switches, roteadores e outros dispositivos em redes locais e ainda oferece a vantagem de ser mais barato do que os cabos blindados.

O que é um cabo de rede RJ-45?

O funcionamento de qualquer cabo depende da presença de um conector. Como já sabemos, o coaxial utiliza o BNC e o RCA. Já o cabo de par trançado (blindado ou não), usa um conector modular de 8 pinos chamado RJ-45. O seu encaixe é compatível com portas de rede padrão de computadores, switches, roteadores, entre outros dispositivos.

Quais as categorias de cabo de rede?

Os cabos de rede de par trançado são organizados por categorias com base em duas características: frequência e capacidade de transferência de dados (largura de banda). Para que você possa entender melhor, listamos as principais categorias:

  • Cat3 (Categoria 3): atua com frequência de 16 MHz e foi projetada para redes de até 10 Mbps, como sistemas de telefonia e Ethernet 10BASE-T;
  • Cat5 (Categoria 5): com frequência de 100 MHz e capacidade de transmissão de dados de 10 Mbps até 100 Mbps a uma distância máxima de 100 metros, tornou-se obsoleto com o surgimento do Cat5e;
  • Cat5e (Categoria 5 Enhanced): tem largura de banda de até 1 Gbps, frequência de 100 MHz e pares de fios mais entrelaçados do que os do Cat5, oferecendo, portanto, desempenho superior. Todavia, o comprimento máximo do cabo continua sendo de 100 metros. Está presente em redes domésticas, escritório e Gigabit Ethernet;
  • Cat6 (Categoria 6): sua frequência é de 250 MHz e suporta conexões de até 1 Gbps a distâncias de até 100 metros e de 10 Gbps a distâncias de até 55 metros. Utiliza-se em redes de alta velocidade, Gigabit Ethernet e aplicações de backbone;
  • Cat6a (Categoria 6 Augmented ou Categoria 6 Aumentada): surgiu com o intuito de dobrar a velocidade do Cat6. Sendo assim, tem frequência de 500 MHz, atingindo taxas de transferência de até 10 Gbps a distâncias de até 100 metros. É comum o uso em redes de data centers e aplicações que exigem alta velocidade e longas distâncias;
  • Cat7 (Categoria 7): com frequência de 600 MHz e largura de banda de até 10 Gbps, cada par ou fio conta com blindagem contra interferências externas, garantindo máxima proteção. Indica-se para redes de alta velocidade, aplicações industriais e backbone.

O que é Cat5e e Cat6?

Como vimos, o Cat5e (Categoria 5 Enhanced) e o Cat6 (Categoria 6) são dois tipos de cabo de par trançado. Ambos são muito comuns em redes de computadores com fio tanto em ambientes domésticos quanto corporativos. Por isso, vale a pena saber mais sobre eles e conhecer alguns modelos disponíveis no mercado.  

Cabo de rede Cat5e

O cabo de rede Cat5e surgiu em 2001 com a proposta de ser uma versão melhorada do Cat5. Possui 4 pares de fios de cobre trançados de 24AWG (cerca de 50 mm² de diâmetro) revestidos com material plástico ou emborrachado.

Embora atue com frequência de 100 MHz e possibilite conectar um dispositivo a um ponto de internet a uma distância de até 100 metros como o seu antecessor, tem o diferencial de suportar largura de banda de até 1 Gbps. Além disso, os fios possuem mais entrelaçamentos o que o torna menos sensível a interferências. 

Para exemplificar, temos o Cabo de Rede Cat5e Force-Line. É um modelo UTP, isto é, par trançado não blindado com capa de PVC e conector RJ-45. No site Kalunga, é possível encontrá-lo com 2m, 3m, 5m, 10m ou até 305m.

cabo-de-rede-cat-5e-force-line

Outra opção de qualidade é o cabo de rede Furukawa. A marca tem duas linhas, a Soho Plus e a Gigalan. No caso da Soho Plus, o diâmetro dos cabos é de 24AWG, ou seja, mais finos do que os da Gigalan que possuem 23AWG. 

cabo-de-rede-sohoplus-furukawa-cat5e

Os cabos Gigalan têm certificado FLUKE que garante 100% de sinal de qualidade à longa distância. Sendo assim, recomenda-se para redes corporativas de alto porte, como indústria e comércio. Já os cabos Soho Plus são ideais para instalações com distâncias menores como as de residências e pequenos escritórios.

cabo-de-rede-cat5e-100-metros-sohoplus-furukawa

Os Cabos de Rede UTP Cat5e Soho Plus Furukawa possuem condutor 100% de cobre e capa externa de PVC. Há opções com 1,5m, 2,5m, 5m, 10m e até 100m de comprimento. São compatíveis com notebooks, impressoras, consoles, modens, roteadores, entre outros.

Quando usar o cabo de rede Cat6?

O cabo Ethernet Cat6 chegou ao mercado em 2002 mostrando ser uma grande evolução em relação às tecnologias anteriores. Além da frequência de 250 Mhz, surpreendeu por suportar conexões de 1 Gbps a uma distância de até 100 metros ou de 10 Gbps a até 50 metros. 

Uma vez que a sua capacidade de conexão vai muito além das necessidades de um computador residencial, não é comum o seu uso em ambientes domésticos. Por outro lado, é excepcional para empresas que, geralmente, dependem de conexões rápidas, com banda alta e livres de interferências.

Em geral, o Cat6 possui 4 pares de cobre trançados isolados. Os fios são bem torcidos e contam com uma capa de material isolante que os torna ainda mais resistentes. 

cabo-de-rede-rjJ45-cat-6-furukawa

No caso do Cabo de Rede Cat6 T568A/B Furukawa, essa capa é de poliolefina ou polietileno. O seu condutor é de cobre eletrolítico flexível com 7 filamentos de 0,20mm de diâmetro. Ele tem 10 metros e apresenta um conector RJ-45 em cada ponta. 

cabo-de-rede-gamer-rj45-cat-6-furukawa

A marca conta ainda com uma linha de Cabo de Rede Gamer desenvolvida de acordo com as necessidades dos fãs de jogos eletrônicos. São cabos Cat6 que garantem alta velocidade de conexão com baixa latência, contribuindo para um ótimo desempenho durante as partidas.

Qual é o melhor cabo de rede para internet?

Depois de tudo o que vimos aqui, podemos concluir que o melhor cabo de rede para internet é aquele que atenderá adequadamente às suas necessidades, principalmente, em relação a velocidade de conexão e distância de transmissão.

No entanto, atualmente, os cabos Ethernet das categorias Cat5e e Cat6 são os mais comuns. Para usuários domésticos e pequenas empresas, o Cat5 tem excelente custo-benefício: seu valor é acessível e o desempenho é bastante eficiente.

Em contrapartida, se você busca um cabo para redes de alta velocidade com maior resistência à interferências, o Cat6 é a melhor escolha. E seja qual for a sua escolha, pode contar com a Kalunga: no site ou nas lojas físicas, você encontra uma boa variedade de cabos de ótimas marcas por preços incríveis. Vale a pena conferir! 

Você conhece a Kalunga?

Há mais de 50 anos no mercado, a Kalunga é referência em itens de papelaria, material escolar, suprimentos de escritório e produtos de informática. 

São mais de 220 lojas por todo o Brasil com produtos de grandes marcas, inclusive cabos de rede, por excelentes preços.

Além disso, a empresa oferece uma série de serviços que proporcionam comodidade e praticidade aos seus clientes. Para saber mais, acesse os tópicos a seguir.

Bem-vindo!

Políticas do site