Postado em 05/11/2020

2127 visualizações

Saiba como escolher o modelo ideal de lixeira para banheiro

saiba como escolher o modelo ideal de lixeira para banheiro

Na hora de escolher qual lixeira para banheiro comprar para a sua casa, o que você costuma considerar? Em grande parte dos casos, as pessoas se preocupam apenas com a parte estética do item e esquecem de verificar se ela será funcional para o ambiente. Com isso, acabam fazendo a escolha errada, o que pode gerar frustrações ao longo do tempo.

Para evitar esse tipo de situação, a dica é analisar, além da beleza da lixeira de banheiro, quais as características do produto, com qual material é produzido, sua capacidade e outros fatores. Analisar esses elementos fará toda a diferença no momento da seleção do modelo ideal para esse cômodo da sua da casa. Confira as dicas que preparamos!

Qual o tamanho ideal?

Seja pela internet ou nas lojas físicas, é comum o consumidor encontrar diversos tamanhos de lixeira para banheiro. Com isso, ao ver os produtos, ele fica se perguntando qual possui o tamanho certo para a sua residência. Apesar de tantas opções à disposição, a recomendação é escolher aquelas que contam com capacidade de 3 a 5 litros. 

Os modelos com esses volumes são os mais indicados para qualquer tipo de banheiro. Isso porque, por conta das medidas menores, haverá menos acúmulo de lixo do dia a dia, o que fará com que o saco de lixo seja trocado com mais frequência. Essa medida é importante para evitar que germes e bactérias se proliferem pelo local e tragam prejuízos à saúde.

Além disso, quando o lixo deixa de ser trocado com certa regularidade, o ambiente será impactado pelo mau cheiro. No geral, a recomendação é fazer a troca diariamente caso haja muito acúmulo de resíduos ou a cada dois dias. E nada de empurrar os papéis para fazer caber mais, ok? O sinal de alerta é quando a tampa já não conseguir mais fechar por completo.  

Por outro lado, caso o odor esteja desagradável, não há necessidade de esperar a lixeira encher. A troca pode ser feita antes, conforme necessidade, para acabar com o cheio ruim o mais rápido possível. Outro ponto importante é que, se a casa tiver muitos moradores, a lixeira pode ser maior do que o indicado anteriormente e ter 6 litros, por exemplo. 

E o material mais adequado?

Entre os materiais mais comuns, plástico e inox aparecem no topo da lista. Os dois possuem vantagens e podem ser usados no ambiente. O ideal é que tenha tampa. A lixeira de inox para banheiro é vista com frequência nas residências e, além de prática e extremamente útil, também deixa o ambiente mais elegante. A lixeira de plástico para banheiro, por sua vez, também é traz esses benefícios e pode ser encontrada em diversas tonalidades.        

Vantagens da lixeira para banheiro com pedal

A grande vantagem desse modelo de lixeira para banheiro é a facilidade em acionar a abertura da tampa, que é feita apenas com o pé. Com isso, ao pisar no pedal para jogar o lixo, não há necessidade de encostar as mãos na lixeira e ter contato com germes e bactérias. É um ponto que contribui para a questão da higiene. Além disso, traz praticidade para o dia a dia.

Por outro lado, outros modelos, como os que possuem tampa basculante, também podem ser utilizados. Se for de plástico, um dos benefícios é a variedade de cores, que vai além do tradicional tom preto. Só é importante ter cuidado para evitar ao máximo o contato com a lixeira e, se tocá-la, lavar e higienizar as mãos em seguida para reduzir os riscos de contaminação.                   

Aprenda a limpar a lixeira

Seja qual for a sua escolha, lembre-se que a limpeza da peça é obrigatória. Com isso, não basta apenas fazer a coleta do lixo. A lixeira deve ser lavada e higienizada corretamente e, se possível, toda semana. O processo, além de eliminar o mau odor, ajuda a acabar com bactérias e outros seres indesejados que causam uma série de doenças.

Para começar, separe um par de luvas. Depois de colocá-las na mão, esvazie a lixeira e descarte o lixo corretamente. A lavagem, de preferência, deve ser feita em um local que possa receber água, como é o caso de um tanque. Caso for fazer no próprio banheiro, será necessário higienizá-lo posteriormente. 

Em seguida, molhe a lixeira e, com o auxílio de uma escova ou esponja (que não risque inox, se for o caso), esfregue com desinfetante todos os cantos do item – tanto do lado de dentro quanto de fora. Depois, jogue água novamente e certifique-se que todo o produto de limpeza foi retirado por completo. Para secar, utilize um pano e verifique se está seco antes de colocar o próximo saco. 

Após o procedimento, todos os materiais utilizados devem ser higienizados. Lave as mãos também. Além disso, a esponja ou a escova usada não pode ser aproveitada para a limpeza de outros itens. E, em hipótese alguma, use a esponja de lavar louças para higienizar a lixeira. Há grandes chances de contaminação, o que pode colocar a saúde de todos os moradores em risco. 

A importância do saco de lixo

Depois das compras em supermercados e outros estabelecimentos, as pessoas costumam guardar as sacolas plásticas para serem usadas em outras situações. Em grande parte, elas acabam sendo utilizadas na lixeira. Se você faz isso, saiba que a recomendação é parar o quanto antes. Isso porque elas não são ideais para o armazenamento do lixo gerado no banheiro.

Nesse caso, opte pelos sacos de lixo próprios, que são feitos exclusivamente para essa finalidade, uma vez que oferecem resistência e são produzidos para evitar vazamentos. Além do mais, esses produtos possuem ação que evita odores desagradáveis – e algumas opções até exalam um aroma agradável para melhorar o cheiro do ambiente. 

Se você gostar de soluções caseiras, também pode aplicar uma pequena quantidade de bicarbonato de sódio no fundo da lixeira para banheiro. A substância ajuda no processo de desodorização, ou seja, neutraliza os odores. Basta polvilhar antes de colocar o saco e pronto. Outra dica importante é não jogar lixo no recipiente enquanto ele não estiver protegido com o saco.