Postado em 05/11/2020

2436 visualizações

4 motivos para você usar uma rotuladora eletrônica

rotuladora-eletronica-imagem-principal

Manter a organização da casa ou escritório não é uma tarefa simples. Contudo, existem ferramentas que contribuem para que se realize essa missão de forma simples e rápida. A rotuladora eletrônica é uma delas.

Com ela, é possível identificar, por exemplo, pastas, utensílios de cozinha, fios de aparelhos eletrônicos, objetos pessoais, material escolar e tudo o que for necessário para deixar o ambiente, ou a vida, em ordem. 

Se você nunca ouviu falar nesse aparelho, prepare-se para conhecer o seu melhor aliado na hora de etiquetar tudo o que precisa. É muito fácil de usar e permite a criação de rótulos com diferentes layouts, tornando a tarefa, além de prática, divertida. 

O que é uma rotuladora eletrônica?

A rotuladora nada mais é do que um dispositivo compacto projetado para produzir e imprimir etiquetas. Seu design é semelhante ao de uma calculadora de mesa. Apresenta visor e teclado com letras, números, símbolos, entre outras funções. Dessa forma, enquanto digita as informações, é possível acompanhar pela tela.

Você pode estar se perguntando: se tenho uma multifuncional, por que preciso investir em um produto como esse? A resposta é simples: por economia e praticidade. Em primeiro lugar, a rotuladora não necessita de cartucho de tinta. Seu funcionamento depende de pilhas e um refil de fita.

A impressão pode ocorrer de duas formas: por Transferência Térmica (TT) ou Térmica Direta (TD). No primeiro caso, uma cabeça de impressão aquecida faz com que a tinta da fita passe para a etiqueta. Modelos com esse mecanismo permitem a criação de rótulos de diferentes cores e com maior durabilidade.

No segundo caso, a impressão ocorre de forma direta. Na presença de calor, a etiqueta escurece e é marcada ao passar pelo cabeçote. O custo de rotuladoras que trabalham dessa forma é mais baixo se comparado com o anterior. Contudo, existe uma limitação de cores e a resistência é menor, pois são sensíveis aos raios UV.

Agora, vamos analisar: ao optar pelo uso de uma impressora convencional para reproduzir as etiquetas, tem-se o custo do cartucho de tinta e papel. É preciso também um programa de computador, uma dose de habilidade e uma pitada de paciência para posicionar todos os textos no lugar correto.

Se o papel escolhido for comum e não adesivo, próprio para etiquetas, terá ainda o trabalho de recortar e aplicar cola para que ocorra a fixação. Um processo bastante trabalhoso, concorda? Sem falar no tempo e valor gastos. Já com a rotuladora eletrônica, fica tudo mais fácil. 

Quais são as vantagens e desvantagens da rotuladora eletrônica?

O rotulador é um aparelho que soma benefícios. Todavia, há ressalvas sobre os custos referentes ao seu funcionamento. A maioria dos modelos depende de pilhas para operar e o consumo é alto. Como são vendidas à parte, acabam onerando o produto. Contudo, as vantagens são tantas que vale a pena a aquisição.

1. Padrão de organização

Você pode comprar etiquetas autocolantes e escrever o nome de cada item à mão? Sim, mas o resultado, com certeza, não será o mesmo. Com a rotuladora eletrônica, é possível criar rótulos com a mesma formatação. 

Em outras palavras, dá para etiquetar tudo o que precisa, seguindo um padrão. Dessa forma, tem-se um visual mais “clean” que permite identificar os materiais com muito mais facilidade e rapidez.

2. Economia de tempo

Com o rotulador, em poucos minutos, você tem a quantidade de etiquetas que precisa para deixar todos os cômodos da casa em ordem. A impressão acontece em segundos e o aparelho ainda possui um botão que, ao ser pressionado, corta a fita.

Diferente da multifuncional, não há necessidade de esperar o computador ligar, abrir o programa para criar o arquivo de texto, se preocupar com o abastecimento de folha e aguardar a impressão. Todos esses passos, portanto, são simplificados e executados em pouco tempo. 

3. Cores e fontes personalizadas

Você sabia que a fita do rotulador é encontrada em outras cores além de branca? Há também outras tonalidades, inclusive opções metalizadas. Assim, é possível variar, conforme o ambiente ou categoria de itens. 

Além disso, o dispositivo permite personalizar a fonte. Em outras palavras, dá para escolher o tamanho, largura e estilo (negrito, itálico, sombreado, sublinhado) do texto, incluir molduras tradicionais ou divertidas e ainda decorar com emojis. 

O melhor de tudo é que a formatação do conteúdo pode ser pré-programada e salva. Depois, é só imprimir a quantidade que precisar e, então, aplicar nos materiais que podem ser os mais variados:

  • Potes de alimentos ou itens de higiene;
  • Pastas de arquivos;
  • Material escolar;
  • Fios de aparelhos eletrônicos;
  • Caixas de mudança;
  • Envelopes com contas a pagar.

Mais do que identificar, você também pode usar as etiquetas para deixar à vista a data de validade dos produtos ou espalhar recadinhos importantes pela casa. Uma ideia, por exemplo, é deixar o aviso de “apague a luz ao sair” no interruptor do quarto dos filhos. Outra sugestão, é sinalizar a voltagem das tomadas.

4. Praticidade e durabilidade

Com design compacto e leve, pode-se transportar a rotuladora eletrônica para qualquer lugar sem esforço diferente da impressora que, por outro lado, ainda requer o uso de cabos e a necessidade de um ponto de conexão de energia por perto. 

Outro benefício é que as etiquetas geradas pelo dispositivo possuem alto poder de fixação, ou seja, não desgrudam com facilidade como as criadas a partir de folhas autocolantes. 

São impermeáveis, portanto não saem quando em contato com a água e ainda resistem muito bem a ambientes frios. Na prática, isso quer dizer que podem ser aplicadas em potes de plástico ou vidro que ficarão dispostos na geladeira. Muito versátil, não é?

Melhor rotuladora eletrônica

As vantagens do uso da ferramenta, você já conhece. Agora, é importante saber que há vários modelos disponíveis. Portanto, antes de adquirir a sua, verifique alguns pontos como resolução de impressão, velocidade, funcionalidade do teclado, qualidade do visor e memória. Levando em conta todos esses quesitos, terá a rotuladora certa para o que precisa.  

Rotulador eletrônico Brother

A empresa de origem japonesa, Brother, é um dos grandes destaques quando o assunto é rotuladora eletrônica. Com uma variedade de modelos no mercado, selecionamos os mais completos para apresentar suas principais características e especificidades. 

Rotulador Brother PT-D210

Um modelo que garante excelentes impressões em alta velocidade (20 milímetros por segundo): assim é o rotulador eletrônico portátil PT-D210 Brother. Com design compacto e elegante, ocupa pouquíssimo espaço. Dessa forma, pode ser deixado sobre a mesa de trabalho, bancada comercial ou escrivaninha de casa.

rotulador-eletronico-portatil-pt-d210-brother

Projetado com 14 fontes, 10 estilos, 97 molduras e mais de 600 símbolos, permite a criação de textos com vários layouts diferentes. Sua memória tem capacidade de armazenamento de até 30 tipos de rótulos. Assim sendo, é possível pré-programar e, na hora da impressão, apenas selecionar o formato desejado. 

Apresenta display LCD de 15 caracteres e imprime etiquetas de até duas linhas, e 80 letras, com resolução de 180 dpi. Acompanha fita laminada TZe que é simples de destacar e não desbota mesmo na presença de água, altas temperaturas ou produtos químicos. 

Encontra-se a fita em diversas cores e nos tamanhos 6, 9, 12, 18, 24 e 36 mm. O funcionamento do aparelho ocorre por meio de um adaptador de energia ou seis pilhas alcalinas palito AAA. Muito prático de usar, é, desse modo, a ferramenta ideal para quem precisa criar muitos estilos de etiquetas.

Rotulador portátil Brother PT-H110

Esse é um modelo cujo formato lembra uma maquininha de cartão. Sendo assim, dá para deduzir o quanto é leve e fácil de levar para qualquer lugar. Diferente da PT-D210, a rotuladora eletrônica portátil PT-H110 Brother é para quem possui uma demanda menor já que ela oferece uma quantidade inferior de opções de formatação.

rotulador-eletronico-portatil-pth110-brother

São 3 tipos de fontes, 10 estilos, 14 molduras e 253 símbolos diferentes. Já a memória comporta 15 tipos de etiquetas. Acompanha fita laminada TZe de 12mm com a escrita preto sobre branco, contudo, o aparelho também aceita as de 3,5 mm, 6 mm e 9 mm.

Apresenta teclado QWERTY, ou seja, com o mesmo padrão dos computadores, o que torna simples o seu manuseio. Imprime rótulos com 180 dpi de resolução e em velocidade de 20 mm/seg. Portanto, é um aparelho que une rapidez e qualidade.

Rotulador eletrônico PT-70 Brother

Está precisando de um modelo eficiente e de qualidade, mas não pode investir muito? A rotuladora eletrônica laranja PT-70 da Brother é perfeita para você. Com um único tipo de fonte, nove estilos e 71 símbolos, o dispositivo permite criar etiquetas com a excelente resolução de 230 dpi. 

rotulador-eletronico-laranja-pt-70-brother

Isso quer dizer que, apesar de ser um modelo mais simples, garante impressões superiores aos dos modelos anteriores, mais modernos. Por isso, é considerado um dos melhores da marca em se tratando de custo-benefício.

Conta com visor LCD com oito caracteres e teclado QWERTY com teclas salientes. Possui função “Data e Hora” que possibilita a produção de etiquetas com prazo de validade. Imprime rótulos de até 12mm de largura com velocidade de 7,5 mm/seg. Disponível em duas cores, laranja e cinza, opera com 4 pilhas AAA.

Rotuladora eletrônica Dymo

A americana Dymo Corporation é mais uma empresa referência em rotuladoras. Possui opções compactas tanto eletrônicas quanto de mecanismo manual. Ambas as linhas oferecem produtos de uso intuitivo, ou seja, simples de manusear e de ótimo custo-benefício. 

Rotulador eletrônico LT100H Dymo

A Dymo também apostou no design moderno, semelhante ao de algumas maquininhas de cartão atuais, para criar a rotuladora eletrônica Letratag Plus LT100H. Com display gráfico de 13 caracteres, o qual permite visualizar o texto antes da impressão, apresenta ainda 6 tipos de letras, 8 molduras e 195 símbolos.  

rotulador-eletronico-letratag-plus-lt100h-1782120-dymo

Possui teclado padrão ABC e tecla de navegação que simplifica o acesso às funções avançadas do dispositivo. Em outras palavras, é um excelente aliado na produção de rótulos de identificação com resolução de 180 dpi em fitas transparentes ou nas cores branca, amarela, vermelha, verde, azul e prata.

As etiquetas possuem alto poder de fixação e podem ser aplicadas em cadernos, pastas, armários, livros, ferramentas, material de limpeza, álbuns, caixa de remédios e também em tecidos. Nesse último caso, basta contar com o auxílio do ferro de passar roupas para realizar a colagem. 

Rotulador eletrônico LT100T Dymo

Outro modelo com todas as funções básicas e que dá para transportar na bolsa é a rotuladora eletrônica Letratag Plus LT100T Dymo. Com ele, é possível criar textos com até 4 tamanhos de letras, 6 estilos e 5 tipos de molduras. 

rotulador-eletronico-letratag-plus-lt100t-azul-1733011-dymo

Assim como o LT100H, para o seu funcionamento, basta colocar 4 pilhas AA em seu compartimento. Apresenta visor gráfico de 13 caracteres e teclado padrão de computador, o QWERTY. 

Acompanha um refil de fita de papel para uso imediato, mas você pode variar as cores, adquirindo à parte, etiquetas transparentes ou nas cores branca, amarela, vermelha, verde, azul ou prata. 

Diferenças entre a rotuladora eletrônica e a manual

A rotuladora manual antecedeu os modelos eletrônicos, mas ainda é encontrada no mercado como opção para quem não pode investir tanto. Ambas executam o mesmo trabalho: criar etiquetas adesivas. A diferença de valor, no entanto, é justificada pelos recursos que cada uma oferece.

A manual é bem mais simples. Projetada com um disco com caracteres e números, não necessita de pilhas para funcionar nem tinta. Basta inserir a fita no compartimento, girar o disco, posicionando a letra no local indicado, e por fim, pressionar o botão. Dessa forma, o texto é gravado em relevo.

A fita própria para esse modelo é de vinil e é encontrada em diferentes cores como preta, vermelha, azul e verde. Apesar do design ser bem diferente, a rotuladora mecânica é pequena e leve. Portanto, também dá para  levar de um lugar para outro sem dificuldade.

rotulador-manual-organizer-press-12965-dymo

Como exemplo, temos o rotulador manual Dymo que conta com 49 caracteres de texto, números e símbolos. A impressão é realizada na cor branca e você pode variar as cores das etiquetas adquirindo o conjunto de fitas para rotulador Dymo.

São fitas flexíveis, impermeáveis e com forte poder de adesão que podem ser utilizadas em várias superfícies como cadernos, pastas, armários, ferramentas, vidros, material de limpeza, álbum fotográfico, entre outros. Também são excelentes para trabalhos artesanais como scrapbooking.

Etiquetadora ou rotuladora?

É comum a confusão já que ambas ferramentas tem a mesma finalidade. No entanto, normalmente, a etiquetadora é utilizada para colocar valor em mercadorias. Sendo assim, é mais limitada em comparação com a rotuladora que permite a criação de etiquetas com um número maior e variado de caracteres.

Contudo, é muito prática e útil no comércio. Sabe aquelas etiquetas de preço que encontramos nos produtos do mercado? São criadas com a etiquetadora manual. Alguns modelos, além de valor, com apenas um clique, possibilitam a aplicação de códigos, peso, data de validade e tamanhos.

etiquetadora-de-preco-com-8-digitos-fixxar-mx5500-fixxar

A etiquetadora de preço MX5500 Fixxar é um exemplo desse tipo de produto. Apresenta design moderno e é bem leve. Seu funcionamento ocorre a partir de roletes entintados descartáveis. Com sistema de abertura instantâneo, oferece 1 linha de impressão e 8 dígitos em etiquetas de 21 mm x 12 mm. 

Onde comprar

Você já conhece as diferenças entre etiquetadora e rotuladora assim como rotuladora manual e eletrônica. Dessa forma, agora é só optar pelo modelo que melhor atende às suas necessidades, seja na organização da casa ou do estabelecimento comercial.

No site Kalunga, você encontra todas essas ferramentas e também tudo o que você precisa para começar a usá-las imediatamente como, por exemplo, refis de fita próprias para rotuladoras, etiqueta e tinteiro original para etiquetadoras. 

Lembre-se: para preservar a vida útil do produto, adquira sempre produtos genuínos e compatíveis com o modelo.  Mantenha os aparelhos em local seco e protegido da luz. Caso fique muito tempo sem usá-lo, a sugestão, no caso dos eletrônicos, é retirar as pilhas. De resto, use e abuse da criatividade!